sexta-feira, 31 de maio de 2013

(Re) Inauguração do Nicho no Santuário de Schoenstatt da Diocese de Aveiro




Hoje, dia 31 de Maio de 2013, em que celebramos o 3º Marco histórico do Movimento Apostólico de Schoenstatt, foi reinaugurado o nicho, que tinha sido derrubado no temporal de 19 de Janeiro.
Após a conquista espiritual feita pela Família de Schoenstatt, foi colocado no sitio, a parte de cima (barco e MTA).
Publicamos estas três fotografias, que mostram o início da colocação e o nicho já completo.
Em breve, voltaremos a este importante acontecimento para a Família de Schoenstatt.

Fami e Paulo

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Amanhã faça parte de mais um marco histórico de Schoenstatt em Aveiro!


P. Miguel Lencastre, 36 anos depois

(Fotografia do dia da inauguração)

O dia 22 de maio de 1977 ainda está na memória de muitos como o dia da inauguração do nicho, o primeiro sinal da MTA neste lugar. Entre eles está o P. Miguel Lencastre. Agora, 36 anos depois, vamos reviver e viver este acontecimento como família alargada. Mas queremos fazê-lo com todos os que celebraram a sua Aliança de Amor à volta deste nicho, quando ainda não existia o Santuário. É com imensa alegria e gratidão que vamos ter novamente o Padre Miguel Lencastre entre nós, neste momento tão significativo. Estamos todos convidados para a grande celebração e festa de encontro de gerações.
 
MP

 

Cruz da Unidade no próximo Simpósio Internacional sobre a Teologia do Corpo, em Fátima


A Cruz da Unidade, criada por um schoenstattiano e tão querida para todos nós,  tem um grande poder de evangelização e apostolado no nosso mundo. Ela foi inspiração para construir uma cruz com 2,70 metros de altura para o Simpósio Internacional da Teologia do Corpo, que vai decorrer em Fátima nos dias 12 e 13 de Junho, a qual está a percorrer algumas Dioceses.
Esta Cruz da Unidade em barro foi feita pelo escultor Carlos Oliveira. Todo este processo criativo teve como objetivo colocar na arte escultórica o mistério do amor esponsal de Cristo à sua Igreja, de modo a que fique claro que é em Cristo que encontramos a luz para entender o mistério do dom da nossa vida.

MP
 

quarta-feira, 29 de maio de 2013

O Nicho de Aveiro e o Santuário Original


Na próxima sexta-feira, dia 31 de Maio, vamos festejar com toda a família de Schoenstatt a reconquista do nicho do Centro Tabor. A celebração começa com uma procissão de flores (antiga procissão dos lírios) junto à Casa Padre Kentenich e segue para o nicho, onde será colocada a parte do nicho que caiu com a tempestade. O local está a sofrer alterações com um pavimento, que vai embelezar mais o nicho, em forma de Símbolo do Pai. O nicho tem duas datas inscritas, uma é da inauguração e outra é precisamente do dia em que este terreno foi visitado, pelo P. Domingos e pelo P. Miguel Lencastre, pela primeira vez. Com eles, estava o Símbolo do Pai para o Santuário Original. Esse facto ganha agora maior importância, quando unimos os inícios de Schoenstatt em Aveiro e os inícios Schoenstatt na Alemanha, ou seja, os locais onde se celebraram as primeiras Alianças de Amor.


O nicho quebrou com a tempestade, precisamente na mesma ocasião em que as negociações do Santuário Original foram suspensas. Este foi um impulso para unir a conquista espiritual do nicho e do Santuário Original. Precisamente no mesmo dia em que foi idealizado e desenhado o símbolo do Pai à volta do nicho, para iniciar essa obra, chegou a notícia da dádiva do Santuário Original. Agora a festa é ainda maior e mais significativa. Sinais da condução de Deus que nos surpreendem sempre de novo!
Vamos todos fazer parte deste acontecimento único, fazer parte da história, com a nossa presença na próxima sexta-feira, às 20:30.

MP

Inauguração da Casa Sacerdotal da Diocese de Aveiro

 
Aveiro, 29 maio 2013 (Ecclesia) – O bispo de Aveiro anunciou que a inauguração da Casa Sacerdotal, para os padres idosos e doentes da diocese, vai decorrer no dia 7 de junho, agradecendo a generosidade de quem ofereceu os seus donativos para esta construção.
“A Casa Sacerdotal é gratidão do Povo de Deus aos sacerdotes, que por eles oferecem a vida, até ao limite das forças humanas. O que seria do Povo de Deus sem a vida, presença, oração, testemunho e ministério dos sacerdotes?”, refere D. António Francisco dos Santos, numa nota pastoral hoje publicada e enviada à Agência ECCLESIA.
A bênção e inauguração do edifício têm lugar na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e Dia de oração pela santificação dos sacerdotes.
A Diocese de Aveiro vai promover, a 16 de junho, um ‘Dia aberto’ para permitir a visita da Casa Sacerdotal a todas as pessoas que o desejem fazer.
“Será essa também uma forma de agradecer a generosidade de amigos e beneméritos, sem os quais este sonho não se teria cumprido”, escreve o bispo diocesano.
D. António Francisco dos Santos observa que a casa está construída, mas ainda não totalmente paga.
“É muito ainda o que devemos para saldar empréstimos contraídos. Embora todos estes empréstimos sejam sem juros, o que revela muita generosidade de quem nos ajuda e também assim edifica e constrói, exigem que sejam saldados”, explica.
A Casa Sacerdotal de Aveiro é apresentada pelo prelado como um “Santuário de Gratidão, dedicado aos sacerdotes e a quantos generosamente os acompanharam ao longo da vida”.
“Sinto que esta é uma hora jubilar de ação de graças a Deus e a Aveiro. ‘Vive esta hora!’ como lema da nossa Missão Jubilar, ao celebrarmos setenta e cinco anos da restauração da nossa Diocese, e como missão cumprida desta Igreja de Aveiro ao erguer este Santuário de Gratidão”, acrescenta.
O edifício foi erguido ao lado do seminário da diocese e é propriedade deste, sendo dedicado a Santa Joana, padroeira de Aveiro.
OC
 
Ver Nota Pastoral – Uma aventura de amor pela Igreja em: 
 
 
 
 

Abertura do Processo de Beatificação do P. Franz Reinisch

 
 
Ele encontra-se, evidentemente, entre aqueles que escrevem a história da Aliança de Amor como ‘heróis’ – no sentido da grandeza do Magnificat – com a maravilhosa notícia: em Tréveris abre-se o Processo de Beatificação do P. Franz Reinisch.  Aquele sacerdote que se negou a jurar pela bandeira de Hitler, porque a fidelidade à sua consciência e sua vocação original foram muito mais importantes que sua vida. Mártir da consciência: com esse nome, entrou na história de Schoenstatt. 
 
 
O Santuário e os túmulos dos heróis: Nada sem Ti, nada sem nós!
 
Já na Conferência 2014, mostrou-se clara e decisivamente: o ‘Capital de Graças’ está no Santuário Original junto aos túmulos dos heróis.  Nada sem Ti, nada sem nós.  “Pequeno e insignificante é nosso Santuário.  O grande nasce sempre do berço do pequeno”, disse Padre Kentenich, em 1934, durante a consagração de um quadro da MTA numa igreja de Colónia.  “Queremos pensar que os peregrinos não vão voltar para casa sem antes visitar os túmulos dos congregados heróis.  Ali, de certa forma, escutarão o chamamento de Maria: veja como os modelei em tempos difíceis.  Assim também quero modelar todos vocês em tempos mais que difíceis...  Hoje, queremos entregar, no altar, toda nossa vida, todo nosso ser, para nossa Mãe.  O pequeno altar precisa de oferendas vivas.  Pessoas que tenham, como tarefa, como meta de vida, atrair a Mãe de Deus”.
No caminho rumo a 2014, Nossa Senhora presenteou-nos, no dia 22 de maio, o Santuário Original, graças ao gesto generoso dos Palotinos;  em 28 de maio, ela mostra-nos Franz Reinisch e todos aqueles que, desde 1914 e até agora, ofereceram sua vida – todo seu ser – para o seu atuar no Santuário e no coração de todos homens e mulheres.
 

Faz de mim um apóstolo de Schoenstatt...

 
Os Palotinos e alguns representantes do Movimento de Schoenstatt assistiram ontem, em Tréveris, à abertura do Processo de Beatificação, notícia que trouxe alegria ao mundo todo.  A canção de Franz Reinisch é uma das mais cantadas pela Juventude de Schoenstatt dos países de língua espanhola e portuguesa e mais além... “Faz de mim um apóstolo de Schoenstatt...”, faz de mim um apóstolo de Schoenstatt... e algo do espírito heroico de Schoenstatt ressoa nesse ardor juvenil, quando repetem: e morrerei sorrindo, querida MTA!
 

Ver fotografias da vida de Frank Reinich: http://www.franzreinisch.de/Bildergalerie.shtml

terça-feira, 28 de maio de 2013

Missa de Acção de Graças pela Peregrinação a Fátima

Os cinco peregrinos que apresentaram os seus testemunhos

No passado Domingo (26 de Maio) a Missa das 18 horas no Santuário de Schoenstatt da Diocese de Aveiro, foi celebrada em Acção de Graças, pela Peregrinação da Família portuguesa de Schoenstatt a Fátima e também pelo facto do Santuário Original passar a ser propriedade do Movimento Apostólico de Schoenstatt.
Na Missa, estiveram presentes muitos dos peregrinos que participaram na peregrinação a Fátima.
Alguns dos peregrinos deram o seu testemunho sobre a forma como vivenciaram a peregrinação.

"Quando nos lançam este desafio encontramos sempre dezenas, centenas de palavras para dizer: “ Se calhar não aguento, não tenho preparação física, não posso faltar ao meu emprego, não posso deixar a família”…Enfim… e outras tantas coisas.
Em 2008 encontrei apenas duas: “ EU VOU!!!”
No final da peregrinação, cujo lema era Vai Mais Longe… eu fui mais longe… e encontrei mais duas palavras “ EU QUERO”
No ano seguinte, o lema “Quem me vê, vê o Pai”.
Mais palavras “ EU VOU, EU QUERO E VOU LEVAR ALGUÉM COMIGO”. E assim foi, em 2009 … o marido, o pai, o filho, os amigos…
É isto que a peregrinação nos dá. VIVEMOS; EXPERIMENTAMOS e queremos PARTILHAR… as subidas, as descidas, o calor, o frio, a chuva, o sol, o arco-íris, os testemunhos, a alegria e a Fé inabalável dos jovens, o silêncio…
Outra coisa que experimentamos o SILÊNCIO. Tão importante nas nossas vidas, encontrarmo-nos com Deus e conversarmos.
Todos os anos são diferentes. Nós somos diferentes porque nos vamos transformando. O importante é estarmos atentos, com vontade e confiantes porque aquilo que necessitamos aparece.
Mas para isso é preciso PARAR. Parar se queremos continuar…
No ano passado aprendi uma coisa muito importante para vermos, temos de olhar de olhos vendados.

O Padre Carlos Alberto benzendo as talhas que foram oferecidas aos peregrinos

Tal como disse o Padre Diogo este ano, a peregrinação às vezes até pode parecer sempre a mesma coisa, mas tenham a certeza que não é. E cada ano com um desafio diferente e sempre uma aprendizagem nova. Partilhando um testemunho de um peregrino “ Cada vez que venho de uma peregrinação, acho que foi a melhor. Repito vezes sem conta “ Foi esta a melhor...mas foi mesmo esta a melhor!”. Não podia deixar também de partilhar convosco, aquilo que ouvi ontem de um peregrino.” A Peregrinação já faz parte do meu ano. Sabes, é como aquelas pessoas que tem de ir às termas todos os anos, pois é eu também tenho de ir todos os anos à Peregrinação CUiDAR da ALMA.
Este ano já consegui Mais… peregrinar do que caminhar, como ouvi de um jovem, por exemplo: não levando relógio e com o telemóvel desligado. Aqui fica, o meu muito obrigado a este jovem que com toda a certeza meu deu uma grande lição de vida. PEREGRINAR E NÃO CAMINHAR. Faz toda a diferença.
Cresci no seio de uma família católica, que graças a Deus me foi transmitindo muitos valores. Recordo, “ reza … , “ nunca estás sozinha, tens sempre um anjo da guarda contigo… “ e nunca te esqueças de agradecer” e tantas outras coisas…
Talvez por isso, acredito muito em anjos. Os anjos da guarda do Céu e os anjos da terra. Um desses anjos da terra, numa fase da minha vida muito atribulada disse-me: “ Ali no Santuário resolvemos muitos problemas da vida… sabes, também existe uma Peregrinação muito abençoada onde podemos encontrar o nosso caminho…” E foi assim, que me pus no caminho…
Nesta Peregrinação ouvi alguém dizer “ não vás por ai pelas pedras, aqui no alcatrão caminhas melhor. Ao que eu respondi: “ Obrigada, mas eu aqui vou bem”. O caminho nas pedras faz-me ir mais desperta, mais concentrada para não me desequilibrar e sobretudo mais atenta para algo imprevisto que possa aparecer.
Foi aqui, neste Santuário, e em todas estas Peregrinações que fui e vou encontrando sempre cada vez mais instrumentos, ferramentas… que me ajudam a PEREGRINAR nestes caminhos desequilibrados da vida…
Obrigada a todos os JOVENS “responsáveis” por tantas conversões…
E muito, mesmo muito Obrigada aos meus ANJOS da GUARDA do CÉU e da TERRA."


Xana Sardo

segunda-feira, 27 de maio de 2013

"Peregrino uma vez, peregrino para sempre"

Peregrino uma vez, peregrino para sempre” esta é a frase que nos marcou após os três dias da peregrinação anual da Família de Schoenstatt. 
Nestes dias os momentos de silêncio, oração e partilha durante todo o percurso foram importantes para esvaziar e moldar as nossas talhas. Assim, partimos com a certeza de como queremos enchê-las e partilhá-las com o outro e com quem nos rodeia.
Como namorados e em cada um de nós, sentimos que esta peregrinação converteu pequenas coisas diárias, como por exemplo a oração e o sacrifício.
A oração deve estar sempre presente na vida de um cristão mas, por vezes, a confusão do dia-a-dia faz-nos esquecer a sua importância. Nesta peregrinação percebemos o quanto ela nos une e molda aos olhos de Deus Pai, da MTA, e do próximo que nos acompanha.

Um ponto marcante para nós foram os momentos partilhados em oração através do terço em silêncio, que nos ajudou a peregrinar, reflectir e melhorar o nosso sentido de sacrifício um com o outro e dentro da Família.


Queremos agradecer a toda a organização pela entrega e dedicação no apoio a cada peregrino e na motivação demonstrada, assim como também a todos os peregrinos que nos acompanharam e marcaram nesta peregrinação.

Pedro Bola (JMS-Aveiro) e Eduarda Correia (JFS-Braga)

domingo, 26 de maio de 2013

Vamos celebrar as origens: o nicho e o Santuário Original!

 
 
 
 

A primeira vez no Santuário de Aveiro


A Ir. Isabel das Irmãs de Maria de Schoenstatt está em Portugal, mas apenas por alguns dias, para realizar uma tarefa apostólica. Passou pelo Santuário de Aveiro e por isso foi convidada a registar o momento no livro daqueles que vêm pela primeira vez ao Santuário. Ir. Isabel é muito conhecida pelo trabalho realizado com os peregrinos de língua portuguesa que visitam Schoenstatt. Ela é brasileira e pertence à Província das Irmãs de Maria de Atibaia, mas atualmente está em Schoenstatt no serviço de atendimento aos peregrinos estrangeiros.
Ir. Isabel é recordada com carinho, especialmente pela sua alegria, pelos portugueses que participaram na peregrinação a Schoenstatt por ocasião da Coroação da Rainha da Nova Evangelização da Europa. Mas não é só em Schoenstatt original que ela está em contacto com os portugueses, uma vez que dá assistência na Campanha da Mãe Peregrina no Luxemburgo, onde a maioria dos que recebem a Mãe Peregrina são emigrantes portugueses, sendo muitos da nossa diocese. Por isso foi com grande alegria que acolhemos a Ir. Isabel em Portugal.


Do nosso Santuário levou uma dezena rezada, presente para quem visita a primeira vez o Santuário, que foi entregue pela Ir. Maria Nádia, uma vez que no próximo dia 18 já não está em Portugal. Ir. Isabel visitou os Santuários de Aveiro, Porto e Braga. Desejamos-lhe um bom regresso e fecundidade nas suas tarefas apostólicas.

MP

Ainda está a tempo de mandar a fotografia do seu Santuário-lar

 
Vai realizar-se um Congresso Internacional sobre o Santuário-lar, em Milwaukee, terra de origem do mesmo, entre 27 e 30 de junho. O tema será: "Meu lar, teu Santuário - um presente para a Igreja". Celebraremos juntos o 50o Jubileu do “Documento de Fundação” do Santuário-Lar: 1963-2013.
Como parte dessa celebração, será apresentado um PowerPoint/vídeo mostrando  muitos dos Santuários-lares que foram instituídos durante estes 50 anos. Solicitam-se fotografias dos Santuários-lar de todo o mundo, de preferência com a família.
Envie o mais rápido possível para o e-mail: homeshrinejubilee@gmail.com ou pelo correio: Mike & Margaret Fenelon / 1719 Orchard La. / McHenry, IL 60050 / EUA.

 MP

Lembrando as origens... O Padre Ivan também passou por cá!

 
Lembro do Padre Ivan Simicic na minha Aliança de Amor há já muitos anos. Certamente ao verem esta foto, como eu vi, muitos lembrar-se-ão deste sacerdote que passou 6 anos ao serviço do Movimento de Schoenstatt em Portugal. Neste momento, ele reside com os Padres de Schoenstatt em Londrina, Brasil, é Assessor no Regional Paraná. Sacerdote há 33 anos, atuou nos últimos tempos como Assessor na Liga das Famílias e Assessor local, em Temuco, no Chile. Ele é um missionário do carisma de nosso Pai e Fundador e já esteve ao serviço em vários países e tarefas. “No início de meu sacerdócio, por dois anos e meio, trabalhei no Chile, num bairro de Santiago, numa paróquia pela qual a nossa comunidade tem a responsabilidade. Depois, quatro anos em Espanha, em Madri, Barcelona e outros lugares, principalmente com o JMSs. Em seguida, em Portugal por seis anos. Aí trabalhei com os ramos adultos, principalmente os casais, e ajudava na Liga das Mães, JMS… Por fim, fui chamado para a Alemanha, por 12 anos, para a Direção Geral dos Padres de Schoenstatt, como responsável pelas comunidades livres. Vencido esse prazo, voltei para o Chile, onde fui diretor nacional do Movimento, por seis anos, antes de ir para Temuco.”
 
 
MP

Schoenstatt no Encontro com os Movimentos em Roma

 
No Ano da Fé, duzentos mil membros de vários movimentos religiosos estiveram nos dias 18 e 19 em Roma para refletir sobre o tema: "Creio, mas aumentai a minha fé!" Reuniram-se na praça de São Pedro, na presença do Papa Francisco, para um encontro de Pentecostes organizado pelo ministério para a Nova Evangelização.

 
Schoenstatt marcou presença com muitos membros de todo o mundo, também de Portugal. Padre  Walter, Presidente da Presidência Internacional, teve a oportunidade de estar uns momentos com o Papa Francisco.
MP

Primeira Vestição de Irmãs de Maria no Paraguai

 
 
Pela primeira vez realizou-se uma Vestição das Irmãs de Maria de Schoenstatt no Paraguai, no dia 19 de Maio. Todas as Irmãs desse país, até agora, receberam o vestido de Irmã de Maria na Argentina. Nesta celebração, na Igreja da Santíssima Trindade, estiveram cerca de 1500 pessoas. Familiares, amigos, membros dos Ramos de Schoenstatt, especialmente da JFS não deixaram de manifestar o carinho e apoio pela decisão ousada destas jovens.
 
 
Um dia antes, 5 noviças que pertencem ao mesmo curso das do Paraguai, tiveram a Vestição na Argentina. Neste fim de semana de Pentecostes, os corações destas jovens noviças que se prepararam para esta festa de amor deram o seu "sim" ao chamamento de Deus para se entregarem totalmente à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e à sua missão.
 
 
A caminho de 2014, Deus vai manifestando a sua bondade e misericórdia na Obra de Schoenstatt.
 
 
MP


sábado, 25 de maio de 2013

"Senti que não ia em silêncio nem só, mas sim, acompanhado pela Mãe"


A Peregrinação da Família a Fátima foi um momento único na minha vida. Foi a primeira vez que participei e fiquei simplesmente maravilhado com tudo o que se consegue viver de uma forma tão intensa. Há muito que procurava ter esta experiência e este ano tornou-se possível.
Esta peregrinação marcou-me em especial pela importância de rezar. Descobri o quanto é bom faze-lo, pois nos momentos de silêncio, durante toda a caminhada, a oração foi a minha companhia, sentindo que não ia em silêncio nem só, mas sim acompanhado pela Mãe.


Sinceramente, mostrou-me que no dia-a-dia me esqueço de algo tão importante como é o rezar. Com a rotina diária por vezes não dou o valor que este ato merece e esta peregrinação deu-me essa força e vontade para que agora, todos os dias, tenha o meu momento onde falo e partilho com Deus todas as minhas alegrias e tristezas do dia.
Globalmente adorei tudo, considero que pus em prática o lema da peregrinação “Fazei tudo o que Ele vos disser!”. Gostei dos percursos feitos, as refeições partilhadas, todos os momentos de alegria, as celebrações, tudo foi incrível. Todo o grupo era fantástico, mas, em especial, o que partiu do nosso Santuário tocou-me muito.
A viagem de regresso para a Gafanha da Nazaré foi igualmente marcante, ao termos partilhado o que foi importante para cada um permitiu tornar o grupo mais coeso e fez com que a peregrinação terminasse de forma perfeita.
O meu muito obrigado a todos vocês. Conto regressar, pois “Peregrino uma vez, peregrino para sempre”!

Carlos Casqueira

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Santuário de Schoenstatt de Braga


FESTA DA MÃE PEREGRINA - RAINHA DA FAMÍLIA
E ANIVERSÁRIO DO SANTUÁRIO
Era Domingo de Pentecostes, 19 de maio, e o Santuário de Schoenstatt de Braga, «Cenáculo do Pai para a Família do Pai», estava em festa, celebrando os seus 22 anos.
Mas esse não era o único motivo de alegria. Este ano, juntou-se também neste dia aFesta da Mãe Peregrina – Rainha da Família,que reúne centenas de pessoas à volta do Santuário. É a Festa da Campanha da Mãe Peregrina (CMP) e das famílias visitadas pelas imagens da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável.
Preparativos junto à Igreja de Soutelo

Como habitualmente, as famílias começaram por se reunir na Igreja Paroquial de Soutelo, de onde sairiam depois em procissão, acompanhando o andor da imagem da Mãe Peregrina Auxiliar. Ainda na Igreja Paroquial, foram coroadas 17 imagens da Mãe Peregrina – Rainha da Família para a Nova Evangelização, que percorrem a Paróquia de Soutelo.
Saída da Procissão da Igreja Paroquial de Soutelo

Em seguida, a peregrinação, presidida pelo Padre Manuel Ribeiro Alves e acompanhada pelo Padre José Melo e pelo Padre Albano Sousa Nogueira, Pároco de Fornelos (Fafe), saiu em direção ao Santuário. Durante o caminho, marcado com pétalas de flores, reza-se o terço e canta-se.

Percorrendo as ruas de Soutelo até ao Santuário

No recinto do Santuário, tudo é preparado na véspera para receber a Mãe e Rainha como Ela merece!

O recinto do Santuário enfeita-se

À chegada, todos rezámos: “Querida Mãe: Chegamos ao Teu Santuário cheios de fé e alegria (…). Com gratidão, vimos entregar as flores que hoje trazemos: elas simbolizam todo o amor que temos por Ti.” (excerto da «Oração à Chegada ao Santuário»).
Este ano, as crianças da catequese (e suas famílias) tiveram uma participação especial, através da Campanha da Mãe Peregrina das Crianças, que abrangeu as Paróquias de Arões (Fafe), Azurém (Guimarães), Goães (Amares), Loureira e Vila Verde. Junto ao Santuário, elas rezaram emocionadas: “Vimos também ofertar o nosso cartãozinho das orações que construímos em família. Mãe do Céu, estas são as nossas florzinhas de carinho para Ti. Pedimos-te que elas fortifiquem e cresçam no Teu jardim, tal como o nosso Amor a Ti.”

Oferta do Capital de Graças das crianças, acompanhada de cânticos

Cada criança da CMP acompanhou a procissão com um balão, em representação das respetivas famílias e, durante a bênção, deixaram que o balão subisse ao Céu! Assim, o aniversário do Santuário foi, também, embelezado pela largada de balões.
Nos últimos meses, as crianças construíram dezenas do terço (algumas bem lindas e originais!),que foram abençoadas nesta ocasião.
Dezenas construídas por algumas crianças (Adriana, Daniel,Diogo e Tiago) e catequista Maria Alice
Ainda junto ao Santuário, e após a oração de chegada, é o momento da Consagração das Famílias a Nossa Senhora. Cada um dirige-se, então, ao interior do Santuário e, aos pés da Mãe de Deus, deposita as suas flores, simbolizando a entrega do próprio coração.
A Eucaristia decorreu no salão da Casa «Jardim de Maria», onde não couberam todos os peregrinos. As palavras do P. Manuel foram entusiastas e inspiradoras.No final da Eucaristia, os Missionários da Mãe Peregrina renovaram o seu compromisso e todos nos consagrámos à Mãe e Rainha, reafirmando a certeza: Ela é a Grande Missionária! Ela realizará milagres!”
Agradecemos a presença na Peregrinação do P. José Melo e das famílias do 2º Curso da União Apostólica de Famílias de Schoenstatt, que tinham tido uma Jornada de fim-de-semana à sombra deste Santuário.

As famílias do 2º Curso da União de Famílias 
É ainda de registar a alegria do grupo de peregrinos de Fornelos (Fafe), acompanhados pelo Padre Albano Nogueira, que encheram um autocarro e, no final, fizeram uma animada festa, com um piquenique no relvado.
Piquenique e festa!

Um muito obrigado às crianças, famílias e catequistas envolvidas na CMP das Crianças, que deram um sabor especial à Festa da Rainha da Família.
A Mãe e Rainha tudo providenciou para que fosse um lindo dia, cheio de bênçãos (até a procissão decorreu sem uma gota de chuva; apenas junto ao Santuário caíram umas pingas…).

Família de Schoenstatt de Braga

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Missa de Ação de Graças pela Peregrinação Nacional a Fátima


Querido peregrino,

convidamos-te a participar na missa de Ação de Graças pela peregrinação a Fátima nos dias 25, 26 e 27 de Abril, que se vai realizar no Santuário de Schoenstatt, da diocese de Aveiro, no domingo dia 26, pelas 18.00H.
Vamos dar graças a Deus e reviver momentos inesquecíveis que foram muito importantes para cada um de nós.
 

 
 
Mãe,
Queremos ser talhe que espera.
Queremos ser talha que serve.
Convertidos neste milagre,
Ouvimos o Teu pedido:
"Fazei tudo o que Ele vos disser"


Esperamos por ti,
Rosinda Nunes

 
 


Mãe Peregrina no Encontro de Famílias em Setúbal


“Família em Missão, Unidos na Fé” foi o lema do 1.º encontro de famílias da Diocese de Setúbal, no dia 1 de maio, no Santuário de Cristo Rei, em Almada.
A organização esta iniciativa integrada nas celebrações do ano da Fé contou com a colaboração do Movimento Apostólico de Schoenstatt, entre outras coisas, numa dinâmica de ateliers: Famílias rezam por famílias; o Terço da Família, Mãe Peregrina e as três graças do Santuário; a Família é Sagrada; Crescer no Amor - 4R`s; o Caminho das Famílias – da conceção à família comunitária - e ainda o atelier “Jovens em Missão”. Com o movimento de Schoenstatt estiveram também os movimentos: Equipas de Nossa Senhora, o Corpo Nacional de Escutas e elementos dos Convívios Fraternos.
 
 
Este encontro teve como principal objetivo a chamada de atenção para o papel que as famílias têm na sociedade de hoje em especial pela importância da espiritualidade da família, no crescimento da Fé.
O Pe. José Lobato, Vigário Geral da Diocese de Setúbal, na homilia da Eucaristia, que encerrou este dia, afirma: “A vossa vocação ao matrimónio é vocação à santidade e a santificação é feita no dia-a-dia na dedicação à família através do cuidado uns com os outros”. Pediu ainda que “as Famílias possam dar fruto do que são em casa e na relação social, com vizinhos, amigos e colegas de trabalho, sendo sal e luz pata todos” – Através de vós, que todos, encontrem Cristo…

Com amizade,
Unidos em Maria pela AA
Lina e Ana

Alianças de Amor em Estremoz


Foi no passado dia 4 de Maio, na Igreja de S. Francisco em Estremoz, que um grupo de pessoas, responderam ao chamamento da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, através da Consagração da Aliança de Amor com Ela. A cerimónia decorreu durante a Santa Missa das 18h e foi presidida pelo Sr. Padre José Melo, estando também presente o Sr. Cónego Fernando Afonso, pároco desta paróquia.
Este grupo misto de 24 pessoas percorreu um caminho de longa preparação espiritual, com uma entrega livre e um compromisso generoso, fiel e permanente, confiando na ajuda e proteção da Mãe Peregrina. Confiantes que as várias Imagens (as quais são responsáveis), que percorrem Instituições e Famílias em toda a cidade, transformam, irradiando amor, paz e alegria, a todos aqueles que estão predispostos a receberem as Suas graças, tanto nos momentos alegres, como nos difíceis.
Nossa Senhora é Mãe, Medianeira de todas as graças, acolhe e ampara os seus filhos; é Educadora, pois transforma o nosso coração, ensina-nos a caminhar na vida prática do nosso dia-a-dia e é Rainha, concedendo a total liberdade para a grande missão de participarmos na construção do Reino de Deus na Terra, atendendo aos pedidos, de todos aqueles que se entregam a Si.
 
 
A cerimónia decorreu de forma muito simples, mas muito sentida por todos os presentes, terminando com o cântico – “ NADA SEM TI, NADA SEM NÓS”. No final da celebração, todos confraternizaram através de um pequeno lanche, num convívio de Amor e Alegria por Nossa Senhora, confiantes na consagração a uma vida de Aliança de Amor a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, renovando assim, a Aliança Batismal.
Saudações e muitas graças.
Guiomar Sala
 

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Presente Jubilar para o Movimento de Schoenstatt

 
SANTUÁRIO ORIGINAL, Pe. Theo Breitinger. Foi com grande alegria que o Movimento de Schoenstatt mundial recebeu as surpreendentes notícias que a comunidade dos Padres Pallottinos decidiu hoje na sua Assembleia Provincial oferecer ao Movimento de Schoenstatt o Santuário Original e a Praça dos Peregrinos como um presente jubilar pelo centenário da sua fundação. Quando o Espírito de Deus do Pentecostes está a trabalhar, ele cria algo surpreendentemente novo e renova a vida.
Nos dias anteriores ao Pentecostes tiveram lugar novos debates entre Schoenstatt e os Padres Pallottinos com o objetivo de encontrarem uma solução para o (propriedade/utilização de) do Santuário Original e a situação no Vale de Schoenstatt. Regozijamo-nos agora com este gesto generoso de nos oferecerem a área de peregrinação em Schoenstatt. Agradecemos à comunidade Pallottina a sua boa vontade e consideramos este presente Jubilar como um sinal do seu desejo de, no futuro, continuarem a trabalhar em conjunto com o Movimento de Schoenstatt aqui em Schoenstatt .
A nossa gratidão é dirigida naturalmente a Deus Trino que trabalhou obviamente em todo este processo. E agradecemos à nossa Mãe e Rainha que, claramente, acompanhou as nossas orações e petições dos dias e semanas anteriores, e que contribuiu para a abertura de novas portas mostrando tão boas soluções para este assunto.
 
Em alegria e gratidão,
P. Theo Breitinger
Superior Provincial
 
 

Oficial: Os Padres Pallottinos oferecem o Santuário Original ao Movimento de Schoenstatt

 
Provincia dos Pallottinos do Sagrado Coração
Quarta-feira, 22 de maio de 2013, 13h.

A comunidade dos Padres Pallottinos oferece a capela de peregrinação em Vallendar ao Movimento de Schoenstatt como um presente pelo Ano do Jubileu 2014. Foi decidido pela Assembleia Provincial, o organismo com mais poder de governação da comunidade, durante a sua reunião no dia 22 de maio de 2013 no Centro Provincial em Friedberg, Bavaria, Alemanha. Para além do Santuário, o presente inclui a adjacente Praça dos Peregrinos.
Depois de uma discussão detalhada a assembleia concordou que este presente seria oferecido pelo governo Provincial e pela Haus Wasserburg.
 
O P. Helmut Scharler, o Superior Pallottino Provincial disse, “Há uns anos o Movimento de Schoenstatt pediu um gesto generoso no que respeita à área de peregrinação em Schoenstatt. Com esta oferta queremos confiar o Santuário de Maria ao Movimento de Schoenstatt no aniversário do centenário de Schoenstatt em 2014, com a esperança de que muitas pessoas vivenciem a proximidade da Mãe e Rainha e que de futuro aproveitem o poder inspirador e benéfico deste lugar de peregrinação.” Também falou da tristeza existente, porque muitos Padres Pallottinos têm trabalhado proveitosamente, há muitas décadas, na construção do Movimento de Schoenstatt  e na pastoral do santuário de graças.
 
Em 1901, os Padres Pallottinos compraram a “Casa Antiga” a uma entidade privada com o fim de construir uma casa de formação como base da sua presença em Vallendar. A capela, na altura um depósito de utensílios de jardinagem, foi remodelada e utilizada de novo como um lugar sagrado. Em 1914, um grupo de estudantes próximos do Diretor Espiritual dos Pallottinos, o Padre José Kentenich, dedicaram-se aqui à Mãe de Deus. O Movimento de Schoenstatt considera esta data o início do seu trabalho apostólico.
 
Em 1964, o Movimento de Schoenstatt foi separado da Sociedade dos Pallottinos, que até então tinha contribuído significativamente para o desenvolvimento e formação de Schoenstatt, bem como para o lugar de peregrinação que surgiu. O santuário de graças permaneceu propriedade dos Padres Pallottinos, que continuaram a servir o lugar de peregrinação pastoralmente, e a coordenar a cooperação das muitas comunidades de Schoenstatt.

Em 2012, teve lugar o primeiro passo para a entrega do santuário a Schoenstatt no que respeita à sua utilização e administração. “Queríamos descobrir se seriamos capazes de coexistir no local. Afinal, nós os Padres Pallottinos dirigimos uma casa para a Formação de Juventude na Haus Wasserburg, bem como um centro espiritual e terapêutico, e também o nosso próprio trabalho pastoral na Igreja Pallotti, servindo muitas pessoas para além desta região. Ambas as partes registaram experiências positivas, e isto motivou-nos a nós Padres Pallottinos a entregar agora de forma permanente o santuário,” explicou o P. Alexander Diensberg, Reitor da Haus Wasserburg.
 
 
 
 

terça-feira, 21 de maio de 2013

Debate sobre a educação dos filhos


A todos os pais, interessados no tema "Educação dos Filhos", convidamos a estarem presentes no próximo dia 15 de Junho 2013, pelas 15.00 horas, junto ao Santuário de Schoentatt - na Casa José Engling.


Participem e venham debater este tema, sempre actual.

Tragam os vossos filhos. Para eles temos preparadas diversas actividades.

Com a presença da Oradora: Dra. Margarida Avillez Ataíde, colaboradora do secretariado das Comunicações Sociais e bens culturais da Igreja, para a Agência Ecclesia e do secretariado da Pastoral da Cultura.

Para fazerem as vossas inscrições ou para mais informações contactar:

Muito obrigada!

Daniela e João

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Encontro do Secretariado Padre Kentenich e Irmã Emilie


Em plena festa de Pentecostes, dia 19 de Maio de 2013,  dedicamos o nosso tempo a Causa de Beatificação do Padre Kentenich, Irmã M. Emilie e Gertraud VonBullion, junto ao Santuário de Schoenstatt em Lisboa.
A reflexão consistiu em percebermos melhor como eles cumpriram a sua missão e como nos ajudam a cumprirmos a nossa missão pessoal nos nossos campos de atuação.
Tivemos um belo testemunho da Paula Roncon relacionado ao seu encontro com o P. Kentenich que se tornou uma vivência inesquecível. Neste contexto falou-nos da Corrente de Cenáculo que envolve círculos de oração pela beatificação do Padre Kentenich, organizados em estilo de tríduo mensal.
Ouvimos o testemunho de duas Unionistas que experimentaram em suas vidas o auxílio de Gertraud Von Bullion.
E o relato do Jorge que descreveu brevemente a forma como estão, em família, a experimentar a ajuda da Ir. M. Emilie em contextos de doenças físicas e descrença de pessoas próximas.
A nossa forma de agradecer todas as graças recebidas,consiste no empenho de torná-los mais conhecidos, a fim de que muitas pessoas possam vir a experimentar um auxílio eficaz em suas vidas.
O próximo encontro realizar-se-á a 30 de Junho de 2013, junto ao Santuário de Schoenstatt na Diocese do Porto.

Pela Equipa, Irmã M. Elisa Görck.

domingo, 19 de maio de 2013

Fazei tudo o que Ele vos disser


Na peregrinação a Fátima deste ano acompanhou-nos o lema "Fazei tudo o que Ele vos disser", recordando as palavras de Maria, em Caná da Galileia. Como resposta, Jesus pediu aos serventes que enchessem as talhas de água, depois converteu-a em vinho bom, e pediu que o servissem aos convidados. 
Nos nossos passos, fazendo caminho para Fátima, fomos esvaziando a talha do nosso coração de tudo o que está a mais, deixando espaço para Deus entrar e transformar a nossa vida; 
Depois procuramos encher as talhas com as nossas entregas e com a disponibilidade para nos deixarmos moldar por Deus e, assim, as nossas provas de amor foram a água que Ele nos pedia para fazer o milagre da alegria; 
Finalmente, fomos desafiados a levar as talhas, servindo o vinho bom do amor de Deus, colocando-nos nós próprios ao serviço, na mesa da vida. 
A cada passo deste caminho, de certa maneira, fomo-nos convertendo em talhas. De facto, cada um, à sua medida e na sua realidade concreta, realizando a missão para a qual Deus nos chama, pode ser uma talha cheia dos dons de Deus que distribuídos são bênção, alegria e vida nova que nasce à nossa volta. Por isso nos perguntamos: Como é que sou uma talha na minha vida? 
Viver em Aliança é fazer diariamente esta experiência de Caná e da nossa peregrinação a Fátima: esvaziar as talhas, converter-se para encher as talhas, e ser talha cheia para servir.

oração da peregrinação 2014 e as perguntas nela incluídas, são uma ajuda para marcar este ritmo diário dos nossos passos. 
- O que quero agradecer, neste dia?
- O que vou colocar, hoje, na talha?
- Qual é o meu "passo missionário" hoje?

Neste mês de Maio, Nossa Senhora diz-nos também: Fazei tudo o que Ele vos disser ... e enchei as talhas com provas do vosso amor. 
Como Movimento de Schoenstatt em Portugal, neste mês de Maio, podemos também unir-nos em torno a duas iniciativas:
vigília de Pentecostes é dia 18 de Maio. Nos nossos 4 santuários podemos rezar pelo Santuário Original e também unir-nos à vigília de Roma, que será animada pelos Movimentos Eclesiais.
semana da Vida é de 12 a 19 de Maio, com referência ao dia internacional da Família. Nos Santuários, nas comunidades e grupos, e nas nossas casas, podemos unir-nos em oração com a ajuda do guião preparado para esses dias.

Rumo a 2014 .... Tua Aliança, nossa missão! 

Padre José Melo
Director Nacional do Movimento
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...