segunda-feira, 30 de setembro de 2013

A Mãe Peregrina foi acampar...

 
A nossa Mãe Peregrina foi “acampar” com os escuteiros do Agrupamento 1354 de São Julião da Barra, na Barragem de Montargil. Acompanhou equipa a equipa, as cinco famílias em que se organizaram os Escuteiros: Lobitos, Exploradores e Pioneiros e os seus respetivos Chefes.


Ela é a nossa Mãe e nossa Guia. No final esteve presente connosco na “Celebração da Palavra”.
 
Maria Manuela Reis

sábado, 28 de setembro de 2013

Um desafio à imaginação e solidariedade!

O mistério do presépio!

No mês de novembro haverá uma exposição de presépios que permitirá um momento de reflexão sobre a beleza e o mistério da Noite Santa. Mas para que aconteça, pedimos a colaboração de todos!

Faça um presépio para a exposição ArteMIMA!  

Os presépios devem ser entregues até o dia 15 de outubro.
Podem ser confeccionados com os mais variados materiais: (linhas, tecidos, argila, biscuit, palitos, telas, tinta, material reciclado…)
Durante a exposição os presépios serão vendidos e o valor reverte para a Creche Jardim de Maria.
Mais informações no Centro Social Padre José Kentenich (234410410) ou no Centro Tabor (234320290).


 
Uma ARTE que MIMA
as crianças da creche Jardim de Maria!

 

 

 
 

Está a surgir nova ermida para a MTA

 
Para o início do centenário da Aliança de Amor, está a nascer uma ermida dedicada a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt em Grada, Vila Nova de Monsarros - Anadia. Esta iniciativa surge da corrente de vida gerada pelas visitas da imagem da Mãe Peregrina.
MP
 

Última oportunidade de 2013 na Feira de Roupas do Centro Tabor


sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Abertas as inscrições para a Escola de Música (a partir dos 3 anos)

 
Estão abertas as inscrições para a Escola de Música de Schoenstatt, na diocese de Aveiro, para alunos a partir dos 3 anos. As mesmas deverão ser feitas na portaria do Centro Tabor, junto ao Santuário de Schoenstatt, ou por correio eletrónico.  As aulas são orientadas pela professora Liliana e o professor Benjamim. A Escola de Música de Schoenstatt está em funcionamento aos sábados e durante a semana, conforme a disponibilidade dos professores. Mais informações no cartaz acima ou pelo telefone 234320290.

Novidade:

Crianças dos 3 aos 6 anos com classe conjunta de Expressão Musical, aos sábados das 11 às 12 horas. Contribuição mensal: 10€.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O dia 22 de setembro no Santuário de Aveiro


Logo pela manhã, no dia 22 de setembro, ao chegar ao Santuário de Schoenstatt de Aveiro, encontramos um pequeno ramo de rosas com um cartão, onde estava escrito "Obrigado pelo Santuário Original", colocado na parede, junto à porta. Um pequeno e anónimo sinal de gratidão!
Durante o dia, muitas pessoas peregrinaram ao Santuário para agradecer a dádiva do Santuário Original.

 
A convite do Padre Carlos Alberto, no final da missa das 18 horas, peregrinou-se ao Santuário, num gesto de gratidão a Nossa Senhora pela Aliança de Amor de 1914 no Santuário Original que agora pertence inteiramente a Schoenstatt.
Nós vivemos este momento histórico em Schoenstatt. Nós fazemos parte desta história de Aliança de Deus com os homens. Gratidão sem fim ecoa nos nossos corações!
 
MP
 

A casa é nossa!


schoenstatt.org - Todo o mundo de Schoenstatt esperava com expectativa o dia 22 de setembro, dia em que a comunidade dos Pallottinos entregaria formalmente o Santuário Original à Família de Schoenstatt. O ato em si mesmo realizou-se em âmbito privado; enquanto em todo o mundo os schoenstattianos peregrinavam aos Santuários para rezar e agradecer o presente ansiado por gerações, no Santuário Original celebrou-se em família o grande presente recebido às portas da abertura do ano do centenário.
A celebração realizou-se unida à bênção da noite. Nesta ocasião deu-se início às 20h30m e foi transmitida pela Schoenstatt-TV. Segundo os quadros das estatísticas das últimas transmissões, a do domingo à noite superou de maneira notória as do resto do mês. Argentina Chile, México, Costa Rica, Estados Unidos, África do Sul, Áustria e muitos outros países mais estiveram presentes na bênção através do chat, onde se podia sentir a emoção e a alegria de todos.

Presença internacional

Também no Santuário estavam peregrinos de muitos países. "Foi uma coincidência, não sabíamos que a entrega seria hoje. Que alegria poder estar aqui neste dia!" expressaram no final da celebração Beatriz Arredondo e Camilo Ríos, do Chile, que estão em Schoenstatt por alguns dias.
Mónica e Gustavo Barbieri, de Mendonza, Argentina, estão na Europa por razões de trabalho desde 15 de setembro. Justamente tinham decidido ir a Schoenstatt no domingo dia 22, pelo que toda a família de Mendonza se sentiu feliz e emocionada ao estar representada nesse querido lugar e num acontecimento que, sem dúvida, é outro marco na história.
Com estas palavras começou o cântico da entrada. Não era difícil sentir-se identificado com elas, já que todos queriam agradecer por esse momento e pela oferta. O P. Heinrich Walter, presidente da Presidência Geral, e o Padre Michael Marmann, atual reitor do Santuário Original, presidiram a esta celebração. A emoção por esta hora de graças transparecia nas palavras do P. Walter que saudou os presentes - física e virtualmente - em alemão, castelhano e inglês.
O P. Walter expressou a sua gratidão à comunidade dos Padres Pallottinos em nome de toda a Família de Schoenstatt. Mostrou a todos a chave do tabernáculo do Santuário Original que tinha recebido das mãos do superior provincial dos Pallottinos como símbolo da entrega do Santuário. Num momento de silêncio esta foi entregue à Mãe e Rainha em nome de toda a Família de Schoenstatt com a promessa de que cada filho de Schoenstatt e cada comunidade fará tudo o que esteja ao seu alcance para que o presente do Santuário Original seja bem aproveitado.
Entre outras coisas, o P. Walter convidou todos a meditar sobre o significado deste momento. Falou de misericórdia – citando o Papa Francisco – e da importância de a viver como Família de Schoenstatt, assim como da unidade e da solidariedade.
Nesse espírito de solidariedade ofereceu-se a bênção também pela jovem que filmava com uma câmara que sofreu um desmaio antes de terminar a celebração. Ela voltou para sua casa e está melhor de saúde.

Cânticos, encontros e chocolate

Depois da bênção final houve uma verdadeira festa em redor do Santuário Original. "Somos família! Irmãs tocando guitarra, jovens rezando, sacerdotes rindo e pessoas agradecendo. Assim se viveu com alegria a entrega do Santuário Original. Rumo a 2014" dizia o comentário de uma das páginas de Schoenstatt no Facebook, cujo administrador esteve presente em Schoenstatt para a celebração e quis manter informada a Família do seu país.
No final da bênção várias pessoas partilharam chocolates como "presente da Mãe e Rainha", assim a alegria sobrenatural pelo presente do Santuário Original complementou-se com a alegria natural do encontro.
Foram as celebrações simples num dia histórico, comentava o P. Egon Zillekens, apesar de serem um pouco reservadas e austeras. Na véspera tinha organizado o corte de uma parte das plantas que rodeiam o Santuário Original. Agora está muito mais visível… mas ainda falta algo, continua o P. Egon. É um presente tão grande que não se pode celebrar só numa noite… Quantas gerações ansiaram por este momento, no qual a porta do Santuário Original se abriu de para em par!... quantas pessoas ofereceram a sua vida para que chegasse este momento! É demasiado para celebrá-lo com algumas pessoas e por um momento tão breve. Desejamos que cheguem milhares de peregrinos de todo o mundo para oferecer a sua presença, a sua emoção, o seu compromisso, o seu júbilo… o seu "nada sem nós" para que neste lugar, o mais santo de Schoenstatt, se sinta com força a irrupção da graça de um novo 18 de outubro para Schoenstatt. Contamos com a graça de 2014. Será oferecido o 18 de outubro de 2014 neste lugar, pois: "A partir das contribuições dos distintos países percebemos claramente que a MTA nos convida a uma peregrinação aberta ao Santuário Original no dia 18 de outubro de 2014. O lugar e o tempo têm para nós um caráter sacramental.
 
Ver filme internacional: 
 
 

Assim foi a entrega histórica da chave...


Fotos aqui:
https://picasaweb.google.com/114622950717171580983/September22201302#


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Movimento de Schoenstatt agradeceu entrega do Santuário Original


Algumas centenas de pessoas passaram no último domingo pelo Santuário de Schoenstatt da Gafanha da Nazaré (Diocese de Aveiro) para agradecer a entrega formal do Santuário Original, na Alemanha, ao Movimento Apostólico de Schoenstatt. “Muitos não sabiam, é certo, mas o Santuário Original não era nosso. Pertencia aos Padres Palotinos, congregação a que o Padre Kentenich [fundador da espiritualidade de Schoenstatt] esteve ligado até 1965”, explica o Padre Carlos Aberto Pereira de Sousa. O responsável dos Padres de Schoenstatt na Diocese de Aveiro explica como tudo se processou: “O Padre Kentenich fundou uma congregação mariana que veio a dar origem ao Movimento de Schoenstatt. Para as reuniões desse pequeno grupo de seminaristas do seminário dos Padres Palotinos, em Schoenstatt – Coblença (Alemanha), pediu uma capela abandonada que estava ao lado do seminário. Esta capela era propriedade desta comunidade, pois fazia parte do terreno que eles compraram para o seu seminário. Depois de restaurada e de se ter transformado no que hoje chamamos “lugar de graças”, o Santuário de Schoenstatt, esta capelinha sempre ficou na propriedade dessa comunidade. Apesar de ser um centro de peregrinação internacional para toda a Obra de Schoenstatt e para todos os que lá peregrinavam com fé, a pastoral normal e a “administração” se assim se pode chamar, esteve sempre na responsabilidade dos Padres Palotinos. Nestes últimos tempos começaram conversas no sentido do Movimento de Schoenstatt ficar responsável pelo Santuário Original, com a finalidade de, quando possível, comprar o terreno envolvente junto com o Santuário”.
As conversas continuaram para a possível compra, até que – relata o Padre Carlos Alberto – “fomos surpreendidos quando nos foi informado que os Padres Palotinos tinham decidido não vender, mas sim oferecer como presente do jubileu de Schoenstatt o Santuário Original”.
No dia 22 de Setembro, deu-se a entrega formal da propriedade do Santuário ao Movimento de Schoenstatt, abrindo novas perspetivas pastorais para este movimento com espiritualidade fortemente centrada nos santuários marianos. “Afinal era como se Schoenstatt estivesse numa casa alugada”, remata Padre Carlos Alberto.
O Movimento de Schoenstatt comemora entre 18 de outubro de 2013 e 18 de outubro de 2014 o jubileu dos cem anos de fundação. A primeira data será assinalada no santuário da Gafanha da Nazaré com uma celebração. Em Portugal, o ponto alto do jubileu será o dia 4 de maio de 2014, com uma peregrinação nacional a Fátima.

J.P.F.

(Este artigo saiu hoje no jornal Correio do Vouga. A notícia foi elaborada por Jorge Pires Ferreira.)

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

7º Aniversário das Vigílias dos S’s no Santuário de Braga


Com o Santuário repleto e muitos outros unidos em espírito, celebrámos, no segundo sábado de Setembro, o sétimo aniversário das Vigílias dos S’s - Segundos Sábados no Santuário de Schoenstatt de Soutelo.
São sete anos de vida em oração todos os meses, mantendo o significado tão especial que esta vigília tem para cada um de nós. No Santuário «Cenáculo do Pai para a Família do Pai», todos nos sentimos acarinhados e envolvidos pelo manto da nossa Mãe e Rainha.
A presença da Dileta (Unionista do Brasil que trabalhou com a JFS de Braga) tornou este aniversário ainda mais especial.


Damos graças por tudo o que, nestes sete anos, rezámos, entregámos, sofremos, pedimos, agradecemos e colocámos na talha do Capital de Graças. Damos graças por todo o caminho percorrido e pelos pequenos passos; por toda a história já vivida (…). Louvamos a Deus Pai pela fidelidade e pela fé de todos os que, ao longo dos anos, têm contribuído para este momento de céu. Pedimos a graça de sempre recomeçar e sempre continuar.” (excerto da oração de Ação de Graças).


Nos nossos corações paira um sentimento de gratidão por mais este aniversário dos S’s e alegramo-nos pelo amor à MTA, que nos une e nos ilumina!

A Equipa dos S’s

P. Alexandre fala sobre o Papa Francisco

“O que mais chamava a atenção era o seu desejo de estar junto com as pessoas”

 
P. Alexandre Awi, Diretor Nacional do Movimento de Schoenstatt, secretário do Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude explica como vivenciou esses dias com o Papa, numa entrevista a um estudante de teologia.
 
– Como é que o senhor recebeu a notícia de que acompanharia o Papa Francisco durante a JMJ?
P. Alexandre Awi – Eu recebi essa notícia através do núncio, quase dois meses antes da JMJ. Assustei-me um pouco porque já tinha vários compromissos durante a Jornada e tive de me reorganizar, e de outra parte ele pediu sigilo, eu não podia mencionar muito essa questão. Eu convivi com o cardeal Bergoglio durante três semanas em Aparecida (na 5ª Conferência do Episcopado latino-americano e do Caribe), e foi a pessoa que mais me impactou durante toda a conferência, pela sua simplicidade. A gente vê-o hoje como papa, mas ele não era diferente como cardeal. Eu tinha pelo menos a vontade de que durante a Jornada pudesse encontrá-lo, mas jamais pensei que ia estar tão próximo.
 
 – Que traços da personalidade do Papa Francisco o senhor destacaria?
P. Alexandre – Acho que o que mais chamava a atenção era o seu desejo de estar junto com as pessoas. De alguma forma ele conseguia transmitir isso, e até aqueles que só o viam passar rapidamente sentiam que estavam sendo tomados em conta, acolhidos. Os traços da sua personalidade que eu mais destaco são a sua simplicidade, a sua humildade e ter um coração muito grande. A Jornada foi uma oportunidade para ele amar profundamente e se sentir amado pelo povo brasileiro e por todos os jovens ali presentes.
 
– Há algum episódio que o senhor destacaria como representativo nesta visita do papa ao Brasil?
P. Alexandre – Talvez vinculando à pergunta anterior, eu diria justamente a impressão que causava estar ali no papamóvel e ver o carinho tão grande das pessoas, os que permaneceram horas esperando o Papa na chuva, no frio. Eu lembro-me especialmente em Aparecida que ele se sentiu tocado por essa espera tão prolongada, pois fazia realmente muito frio. No momento em que descemos de helicóptero, para pegar o avião de retorno no Aeroporto de São José dos Campos, ele percebeu que muitas pessoas tinham ficado ali na grade, esperando, e fez questão de ir até eles. Atravessou pela erva, sujou os sapatos todos e não quis subir direto para o avião; para ir até as pessoas, cumprimentá-las e dar a sua bênção.
 

domingo, 22 de setembro de 2013

Um "novo olhar" para o Santuário Original


A sebe do Santuário Original foi cortada pelo meio. Desde ontem que os peregrinos do Santuário Original podem maravilharem-se ao chegar ao recinto do Santuário. A sebe da frente do Santuário, ou seja entre este e a Casa Santa Maria foi cortada pelo meio, ficando assim a ver-se a porta do Santuário e quando esta está aberta pode-se ver o tabernáculo.

Antes

A cerimónia da entrega do Santuário Original e da Praça dos Peregrinos pelos Palotinos ao Movimento de Schoenstatt acontecerá às 18 horas (hora na Alemanha) no Santuário Original com a presença da parte dos Palotinos: Direção Provincial, comunidade da Casa Wasserburg e representantes da Hochschule; por parte de Schoenstatt: o Presídio Geral de Schoenstatt, o Reitor do Santuário Original e o Provincial Padre Theo Breitinger.

Fotos e informação: www.schoenstatt.de 

Schoenstatt na televisão em Espanha (TVE) - Documentário e missa no Santuário



No passado domingo, dia 15 de setembro, foi transmitida a Eucaristia do Santuário de Schoenstatt de Madrid, rua Serrano. A transmissão foi ao vivo, pela TVE, a nível nacional e internacional. Antes da Santa Missa passou um documentário de cerca de 12 minutos sobre a origem de Schoenstatt, dos Santuários de Madrid, a vida gerada à volta do Santuário, o quarto do Fundador e as atividades.
Vale a pena ver!
Para aqueles que não puderam assistir a transmissão ao vivo ou querem desfrutar novamente essa experiência maravilhosa, basta clicar em cima da imagem.

"Contigo em Aliança!" - Novo Bispo dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt


ALEMANHA, Frank Blumers. Por vários minutos soaram os aplausos depois do discurso do novo bispo auxiliar. Uma emocionante consagração episcopal na Catedral de Friburgo, na Alemanha. Foi uma grande alegria para a Arquidiocese de Friburgo e para o Movimento de Schoenstatt. No domingo, dia 8 de setembro, Dr. Michael Gerber foi ordenado como bispo pelo Arcebispo Robert Zollitsch, membro do Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt.
Na Catedral de Friburgo completamente lotada, o Arcebispo Zollitsch explicou na sua homilia a missão do bispo. Como pastor, deve ter o "cheiro das ovelhas" e as pessoas precisam sentir a solidariedade do bispo para com elas. Somente com o um com o outro "a Igreja pode ser vivida e ser forte", disse Zollitsch. A tarefa do bispo é estar no meio dos homens e, ao mesmo tempo, poder guiá-los na peregrinação da fé" - ao mesmo tempo, como tarefa e promessa de Jesus Cristo.
No final da Santa Missa, em uma emocionada alocução, o Bispo Gerber explicou o seu lema episcopal: "Contigo em Aliança". Essa Aliança de Deus começou com pessoas concretas e continua até o dia de hoje. "Contigo em Aliança, Abraão". "Contigo em Aliança, Moisés". De forma simbólica, essa aliança é visível no escudo e no bastão episcopal do Bispo Gerber: duas mãos que se encontram. A mão de Deus e a mão do ser humano.
Esse símbolo das mãos pode ser interpretado de outra forma, disse o novo bispo auxiliar: como "mãos de dois alpinistas, um sobe primeiro e o outro segue depois". A Igreja precisa de ambos tipos de alpinistas: "aqueles que são primeiros a subir - e aqueles que ficam em base firme para ajudar". De vez em quando, os papéis também podem mudar. Para ambos, é necessária dupla coragem: para aqueles que, palpando, buscam um novo caminho; esses precisam muito tino e, ao mesmo tempo, a audácia de admitir que às vezes se acham perdidos. E para aqueles que ajudam: o valor de se sujeitar àqueles que estão subindo, ainda que seja difícil fazê-lo, e "não simplesmente deixá-los cair". E também podem dizer em algum determinado momento: agora chegou o momento que devo avançar". Ele se sente agradecido de ter-se encontrado nos anos passados com os dois tipos de alpinistas.

Peregrinando à Ordenação Episcopal
Como preparação para sua ordenação episcopal, Gerber peregrinou em várias etapas, saindo de sua cidade natal, Oberkirch, até Friburgo, um trajeto no qual esteve acompanhado por muitas pessoas. A peregrinação significa para ele, desde muitos anos, algo muito importante. Além disso, ele gosta da ideia de uma "Igreja simples e peregrina". No final da cerimônia de consagração na Catedral de Friburgo, todos os participantes foram convidados para uma recepção no Seminário vizinho, onde todos tiveram a oportunidade de cumprimentá-lo pessoalmente. 

Quem é o novo Bispo Auxiliar?
Michael Gerber nasceu em 1970 em Oberkirch; foi ordenado sacerdote em 1997. Desde 2002, dedicou-se à formação de sacerdotes da Arquidiocese de Friburgo; desde 2011 é o Reitor do Seminário do Collegiums Borromäums. Desde sua juventude, Gerber é vinculado a Schoenstatt e pertence ao Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt, onde tem se distinguido como responsável pela construção e realização do Centro Internacional de Schoenstatt em Roma, Belmonte.

Parabéns, Bispo Auxiliar Michael Gerber. "Contigo em Aliança".
video
 
 
"A ideia: a casa é nossa, compensa largamente as outras vantagens. Hoje também podemos gozar esta autêntica alegria familiar. Esta capelinha pertence à nossa pequena família de Congregados, à frente da qual está a nossa Mãe do Céu. Pertence-nos inteiramente a nós e só a nós!"
 
(Documento de Fundação)
 
 
 
Transmissão em direto da bênção da noite em www.schoenstatt-tv.de às 19:30 horas (hora em Portugal)
 

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Convite - Santuário Original


Foi com grande alegria que, no dia 22 de Maio, recebemos a notícia de que os Padres Pallotinos tinham decidido oferecer o Santuário Original como presente Jubilar.
O próximo Domingo, dia 22 de Setembro, foi o dia escolhido para o transpasso (transmitir a outrem um bem ou direito) formal do Santuário Original para o Movimento de Schoenstatt. Nesse sentido convoco todas as pessoas do Movimento de Schoenstatt e Peregrinos do Santuário das Dioceses de Aveiro e Coimbra para passarem pelo Santuário a fim de agradecer ao Senhor e à nossa querida Mãe do Céu este presente e, desta maneira, assumir pessoalmente a custódia do Santuário Original. Podem fazê-lo por grupos/ramos ou então pessoalmente e poder assim assumir o compromisso de continuar a trabalhar pela missão de Maria a partir dos nossos Santuários. 

Tua Aliança, nossa missão!

Padre Carlos Alberto
(Director Diocesano do Movimento Apostólico de Schoenstatt)

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

CMP - "Dia da Aliança" 9/2013


Sinal de AMOR À IGREJA nos nossos dias

“Desde que eu apreendi a crer novamente, fascino-me sempre de novo, pois experimento pessoas, coisas e acontecimentos numa outra dimensão, precisamente porque as minhas vivências receberam uma nova componente: a Fé.” – conta uma mãe depois de encontrar de novo o caminho para a Igreja.
Voltar para a Igreja é quase um paradoxo nos dias de hoje, ou talvez não! Se por um lado vemos notícias sobre escândalos dentro da própria Igreja, “leis” da Igreja que muitos dizem ser retrógradas, também recebemos a alegria de 3 milhões de jovens que se juntam numa praia do Rio de Janeiro para um encontro com o “chefe” dessa Igreja. Raramente se vê maior concentração de pessoas e para manifestar o quê? A fé em Jesus Cristo. “Os jovens não seguem o Papa, seguem Jesus Cristo”, afirmou o Papa Francisco. Muitos querem interpretar as suas palavras de modo a ajustar-se às mudanças do estilo de vida da sociedade, mas a verdade é que o seu exemplo de vida arrasta mais do que palavras, que através dele está a abrir espaços de esperança num mundo globalizado, está a revolucionar silenciosamente com generosidade e humildade, reafirmando os verdadeiros valores em Jesus Cristo e mostrando uma “Igreja que é mãe!” Durante o voo de regresso do Brasil, perante a insistência de uma jornalista que queria “apanhar” algo sensacionalista do Papa “moderno” sobre o aborto ou o casamento de pessoas do mesmo sexo perguntando: “Qual é a posição de Vossa Santidade? No-la pode dizer?” Papa Francisco: “A da Igreja. Sou filho da Igreja!” Como não amar esta Igreja, apesar das suas falhas e debilidades? Não podemos desistir de amar, de ter esperança, de ter fé numa Igreja que é mãe de cada um de nós, que quer o nosso bem.
No dia 15 deste mês, lembramos o falecimento do P. José Kentenich. No seu túmulo estão gravadas, a seu pedido, as palavras: “Dilexit Ecclesiam” – Amou a Igreja! Por altura do seu jubileu de ouro sacerdotal, quando se encontrava no exílio imposto pela Igreja (14 anos afastado da obra que fundara), sem perspetivas de um regresso, ou seja, como um pai ou uma mãe afastado dos seus filhos, perguntaram-lhe como é que ele superava tudo isso sem se amargurar ou ficar afetado psicologicamente. “O meu amor foi sempre maior que o sofrimento!”, respondeu.  P. Kentenich amava a Igreja como ela era. Apesar das experiências negativas, nunca criticou a Igreja e nunca desistiu de empenhar todas as suas forças por ela. Ele sabia que a cruz faz parte da vida do cristão e que nela está a maior bênção.
Como filhos de Schoenstatt devemos ter a coragem de redescobrir a beleza da Igreja, de nos comprometermos com esta Igreja que é de Jesus Cristo, que somos nós.
“Ide, sem medo, para servir!” (Papa Francisco)  Ide com mais alegria e mais amor servir a Igreja, como instrumentos de Maria, “aquela que ajuda a Igreja a crescer” (Papa Francisco). Ide fomentar uma Cultura de Aliança, pois é disso que se trata:
“Schoenstatt para a Igreja, a Igreja para a Santíssima Trindade” (P.K.)

Ir. M. Paula Silva Leite, CMP
(Publicado no folheto mensal "Dia da Aliança", Setembro 2013)

terça-feira, 17 de setembro de 2013

O Padre Kentenich na minha vida - 18


O Padre Alex conta sobre os tempos de fundação de Schoenstatt, sobre o relacionamento dos jovens congregados com o Padre Kentenich. Alex era dos mais novos e estes sofriam muito com a dureza do tempo de guerra, especialmente no período de fome alarmante. “O Padre Kentenich”, conta “carregou, por assim dizer,  com todas as nossas necessidades,  também porque ele era mãe,  verdadeiramente mãe para nós nas situações mais difíceis. Ele não podia mudar a situação,  mas  pela maneira de carregar tudo connosco, de sentir connosco, nós já recebíamos as forças necessárias para ultrapassar essas necessidades. O Padre Kentenich transformou nessa situação em atos de amor a Nossa Senhora. Ele conduzia com simplicidade: ‘Não podes dizer tudo isso, assim, a Nossa Senhora?’ Ou: ‘Não queres, porventura, sim, não desejas colocar esse sacrifício no Capital de Graças?’ Era sua forma habitual de falar: ‘Não desejas fazer assim... Alex, não queres tentar...  O que pensas disso?’ Assim ele conduziu-nos a que convertêssemos tudo em dádiva para a Rainha dos Congregados (jovens seminaristas).  E assim continuamos fazendo pela vida fora.” 

Agradecimento dos Pedalantes à MTA


Olá Pedalantes de Nossa Senhora: 

Conforme foi sugerido no dia 01 de Setembro em frente ao Santuário de Schoenstatt, após os cerca de 280 Km que pedalamos juntos, venho relembrar a oportunidade de estarmos juntos e agradecermos todas as dificuldades e alegrias da viagem efetuada.
A Missa será quarta-feira dia 18 ás 20,30 horas junto do Santuário.
Se possível, venham em família.
Nem todos nós pedalámos os cerca de 2100 kms já percorridos, mas Ela (MTA) est(á)eve sempre presente...

Continuem a pedalar bem... 

Abraço 

Manuel Santos

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Os ritmos de Setembro


Editorial - Setembro 2013
Setembro chega cada ano com o seu ritmo próprio: voltar, iniciar, recomeçar. Abre-se no horizonte um novo ciclo de desafios, projectos e actividades que despertam a criatividade e nos colocam em sintonia com o ritmo criador do próprio Deus. É assim no âmbito profissional, escolar, pastoral e mesmo nas nossas vidas familiares e pessoais.
Como os anéis do tronco de uma árvore, cada ano é sinal de crescimento e de vida, com as marcas das circunstâncias exteriores concretas e das forças interiores que se expandem. De facto, também nós crescemos aproveitando o vento e o frio, o sol e a chuva das circunstâncias; e somos cada vez mais plenos quando nos deixamos guiar pela nossa verdade mais íntima e pela nossa motivação mais profunda.
Cada novo ciclo, visto desta perspectiva, está inserido na corrente da própria vida e é uma continuidade do plano sábio e amoroso de Deus. À luz desta fé desperta-se a esperança cheia de alegria e confiança, e renova-se a força do amor que se faz fidelidade, entrega e serviço.
Setembro traz vida nova mas ela pode facilmente ser sufocada pelas circunstâncias adversas ou pela falta de atitude interior com que abraçamos a existência, ficando perdidos e sem ritmo no palco da nossa vida real tão cheia de oportunidades e horizontes.
Em Aliança de Amor com Maria, vamos iniciar o ano com a luz da fé em Deus e ao ritmo da força de vida que levamos no interior.
Para a Família de Schoenstatt, o ano abre-se com o horizonte do 2014 - centenário de fundação: é tempo de celebrar, viver e anunciar a Aliança de Amor. Há novidades sobre as inscrições para a peregrinação a Schoenstatt, veja o site.
No dia 15 de Setembro celebramos o aniversário de morte do Padre Kentenich que coincide com o início oficial das actividades nos nossos santuários.
No dia 22 de Setembro, concretiza-se a entrega do Santuário original a Schoenstatt, por parte dos Pallotinos.
TUA ALIANÇA, NOSSA MISSÃO!
Padre José Melo
Diretor Nacional do Movimento

domingo, 15 de setembro de 2013

Há 45 anos o Padre Kentenich regressou à casa do Pai


No dia 15 de Setembro de 1968, após celebrar pela primeira vez Missa na Igreja da Adoração / Santíssima Trindade, o Padre José Kentenich, regressou à casa do Pai.
Embora fisicamente a vida do nosso Pai e Fundador tenha terminado nesse dia, para nós ele continua presente, pois o legado que nos deixou está tão actual, que é como se ainda estivesse no nosso meio.
 
"Depois da morte, o Padre Kentenich, não menos que antes, continua a desdobrar a sua actuação e fecundidade na sua fundação. Suas comunidades levam a sua mensagem e sua Obra a um número cada vez maior de países.
Até à sua morte, a Obra tinha-se difundido da Europa para África, América do Sul e do Norte e Austrália. Depois estendeu-se à Ásia e assim está presente em todos os continentes.
Existem Santuários da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável, com casas de formação do Movimento em todos os continentes.
Após a morte, o Padre Kentenich continua a actuar fecundamente  através das suas palavras escrita e falada."
(Texto retirado do livro "Padre José Kentenich: Uma vida pela Igreja, escrito por Engelbert Monnerjahn).
 
Fami e Paulo  

sábado, 14 de setembro de 2013

Jesus do Ramo dos Homens das Astúrias visita Santuário de Schoenstatt da Diocese de Aveiro


No passado dia 9 de Setembro, passavam dez minutos das 9 horas, toca o meu telemóvel. Era a Irmã Rosane a informar-me que o Padre Miguel Lencastre viria ao Santuário celebrar uma Missa, com o Jesus e os pais Jesus Manuel e Maria Eloina.
A Missa seria cerca das 12,30 horas. Fiquei triste, pois nesse dia não tinha carro e assim não poderia ir ao Santuário, para cumprimentar o amigo Jesus e os seus pais
O Jesus é de Gijon, província das Astúrias (Espanha) e pertence ao Ramo dos Homens do Movimento de Schoenstatt. Em Abril de 2012 (dias 21 e 22), foi o responsável pela organização do 4º Encontro Ibérico do Ramo dos Homens.
 

Após receber o telefonema, liguei ao Padre Miguel e informei-o que com imensa pena, não poderia ir ao Santuário, pois não tinha transporte.
Felizmente, a Fami veio almoçar a casa, o que permitiu que eu pude ir ao Santuário, dar um abraço ao Jesus e à família.

  
Fiquei muito contente por rever esta família, pois em Abril de 2012, quando decorreu o 4º Encontro Ibérico, nas Astúrias, foram inexcedíveis na maneira como nos receberam e tudo fizeram para que nos sentíssemos bem.
Ao Padre Miguel Lencastre um agradecimento por ter trazido o Jesus e os pais, ao nosso Santuário.
Se tudo correr bem, para o ano em Março, voltaremos a estar juntos, pois vai realizar-se o 5º Encontro Ibérico do Ramo dos Homens, à sombra do nosso Santuário.
 
Paulo Teixeira 

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Vigilia pela paz na Siria e no mundo inteiro


No sentido de responder ao apelo do Papa Francisco, realizou-se no Santuário de Schoenstatt da Diocese de Aveiro, entre as 19 e as 23 horas, a vigília pela paz.
 
"Quando o Homem pensa só em si mesmo, nos seus próprios interesses e se coloca no centro, quando se deixa fascinar pelos ídolos do domínio e do poder, quando se coloca no lugar de Deus, então deteriora todas as relações, arruina tudo e abre a porta à violência, à indiferença, ao conflito."
 
 
"É possível percorrer o caminho da paz? Podemos sair desta espiral de dor e de morte? Podemos aprender de novo a caminhar e percorrer o caminho da paz? Invocando a ajuda de Deus, sob o olhar materno da Rainha da paz, quero responder: Sim, é possível para todos!"
 
"Irmãos e Irmãs, perdão, diálogo, reconciliação são as palavras da paz: na amada nação síria, no Médio Oriente, em todo o mundo! Rezemos, nesta noite, pela reconciliação e pela paz e nos tornemos todos, em todos os ambientes, em homens e mulheres de reconciliação e de paz. Assim seja."
 
(Excertos da homilia do Papa Francisco na vigília pela paz, na Praça de São Pedro em Roma)
 
Fami e Paulo

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Missionários de hoje!


Conheceu Schoenstatt na Africa do Sul e lá pertenceu ao Ramo das Mães, tornando-se dirigente diocesana. De regresso a Portugal nada mais podia do que procurar inserir-se no Movimento na sua diocese. Entrou para um grupo de mães de uma outra paróquia, mas isso não chega para um amor tão grande à missão. Quanto mais penetra no tesouro, no mistério de Schoenstatt, tanto mais o quer levar a todos. D. Dores da diocese de Aveiro não descansou enquanto não levou as graças do Santuário para as famílias da sua paróquia e fê-lo empenhando-se como Missionária da Campanha da Mãe Peregrina. Propôs-se ousar começar com uma imagem e o primeiro envio contou logo com 8 imagens.  Depois de  um ano de graças e bênçãos pelas ruas da Albergaria-a-Velha o Movimento de Schoenstatt já teve a oportunidade de se dar a conhecer à paróquia. Quando se faz a Aliança de Amor só precisamos de fazer 1%, Nossa Senhora faz os 99% - assim dizia o P. Kentenich. Mas a nossa parte, o 1% tem que ser feita. D. Dores tornou-se Missionária da Mãe Peregrina pela Aliança de Amor vivida.

MP

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Um dia vamos ser mais família... Hoje é o dia!!!


Fazer da família o nosso lar

O acto pelo qual o homem e a mulher se dão e recebem mutuamente faz acontecer uma das experiências mais belas da vida humana: a família. Esta é o lugar por excelência para a realização, crescimento e felicidade do ser humano.
Este dom da família que nos é comum a todos, crentes e não crentes, precisa de ser cuidado de um modo especial através do tempo que dedicamos aos membros da nossa família humana, ao diálogo que promovemos e fazemos acontecer, à apreciação mútua que tornamos presente e ao perdão que nos faz ultrapassar fragilidades mútuas e que é a linguagem sublime do amor.
Fazer da nossa família o nosso lar, pelo tempo que lhe dedicamos e pela valorização dos momentos que passamos juntos, é o desafio proposto na nossa missão jubilar para o mês de Setembro: “Um dia vamos ser mais família…Hoje é o dia!”


 D. António Francisco, Bispo de Aveiro

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Exposição ArteMIMA: "Vive esta hora, faz teu o Meu Presépio!" - PARTICIPA

  
Estimados Benfeitores e Amigos da Creche Jardim de Maria,
A equipa ArteMIMA, motivada pelo sucesso da exposição do ano passado e a pedido de muitos artistas e amigos, lança novamente o desafio á vossa imaginação e solidariedade.
Neste Ano da Fé e da Missão queremos volver o nosso olhar ao grande mistério do Amor de Deus, que se fez Criança para nos poderemos aproximar Dele, sem medo e receios. Acreditamos no seu Amor e Misericórdia e sabemos que os problemas desta grande crise mundial tem a sua origem no vazio do homem, que tentou afastar Deus das suas vidas. Queremos por isso, volver o nosso olhar e o nosso coração, para o mistério do Presépio, um Deus que espera o nosso olhar e o nosso colo, como Criança que nos ensina a encontrar na Sua entrega ao Pai, a nossa força e segurança.
Com o lema que Jesus nos lança: Vive esta hora, faz teu o Meu Presépio! Convidamos todos a participar na 2ª exposição ArteMIMA, que se realizará no mês de Novembro. Os presépios que serão oferecidos em favor da Creche Jardim de Maria, podem ser elaborados com os materiais e técnicas mais variadas. Os presépios deverão ser entregues até início do mês de outubro.
 Bom trabalho e deste já muito obrigada pela vossa Arte que Mima as nossas crianças.
Equipa ArteMIMA da Creche Jardim de Maria

10 de setembro: ele foi além…


Ir. M. Nilza P. da Silva - Há 63 anos, um pai de família estava no Santuário e foi convidado para rezar o terço numa família. Não era esse o seu plano, mas ele o deixou de lado e acompanhou o grupo para rezar o terço. Depois da oração, a Irmã que acompanhava o grupo, Ir. M. Teresinha, deu a imagem para esse senhor, que nem sequer tinha planos de estar ali. Pode parecer estranho, mas foi isso que aconteceu no dia 10 de setembro de 1950. E nesse dia iniciava a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, hoje presente em mais de 98 países. “Quantas vezes na história universal, factos pequenos e insignificantes, converteram-se em grandes acontecimentos,” disse o Padre José Kentenich aos seminaristas em 18 de outubro de 1914. O que para muitos não passaria de um acontecimento insignificante, para o Sr. João Pozzobon foi uma escolha e uma incumbência divina. Mais tarde, referindo-se a esse facto ele afirma: “Compreendi que se tratava de uma missão divina a mim confiada”.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Santuário Lar da família Vechina Julião


Reunimo-nos aqui para celebrar a bênção do nosso Santuário-Lar, um meio para tornar a família “Igreja Doméstica”. Um método original para tornar o lar uma igreja doméstica, onde Maria actua como Mãe e Educadora dos Filhos de Deus.
O nome do nosso Santuário-Lar é “5º Elemento”, nome desenvolvido por nós com vista a que o nosso Santuário-Lar não seja só mais um local da nossa casa mas sim que seja o “5º Elemento” desta família que até então era composta por 4 elementos. Este novo Elemento procurará dar-nos apoio e serenidade para qualquer descarrilamento em nossas vidas.
No dia de hoje queremos também agradecer o facto de nós como casal, termos começado a namorar fazendo hoje (18 de Julho) 17 anos de alegrias. Queremos também agradecer pelos dois filhos com que Deus nos presenteou, transformando-nos num só para eles.
Família Vechina Julião

Nota: O Santuário Lar da família Vechina Julião foi instituído no dia 18 de Julho de 2013.

domingo, 8 de setembro de 2013

1º Aniversário da Coroação da Peregrina Auxiliar como Rainha da Nova Evangelização da Europa


Faz hoje precisamente um ano (8 de Setembro de 2012), que em Schoenstatt (Alemanha), participámos na Coroação da Peregrina Auxiliar da Europa, como Rainha da Nova Evangelização.
Maria recebeu uma coroa - sinal de gratidão, de confiança e da responsabilidade missionária por uma Europa na qual Cristo deve "nascer novamente" porque muitos corações se esqueceram dele ou o tornaram uma simples ideia abstracta.
 

Pudemos ver nos peregrinos de toda a Europa, presentes em Schoenstatt, uma verdadeira Europa unida, de mãos dadas e encarando o futuro sem medo, pois colocámos tudo nas mãos da Mãe.
 
 
No Domingo dia 9 de Setembro de 2012, na Missa de envio, o Padre Ludovico Tedeshi, de Itália, foi o celebrante principal. Durante a sua homilia perguntou aos presentes "O que é a Europa?" "Eu sou Europa… nós somos Europa!" e convidou todos a reflectir na importância de reconquistar o coração para o continente europeu e a fazê-lo sem medo: "Jesus e Maria são o coração da Igreja e devemos encontrar a unidade na diversidade", disse.
Fami e Paulo

Campanha da Mãe Peregrina rumo a 2014

 
A Campanha da Mãe Peregrina está a preparar a grande celebração do Jubileu dos 100 anos de Schoenstatt:
 
- Queremos renovar a coroação de Nossa Senhora nas Auxiliares Diocesanas na grande festa jubilar nacional que será no dia 4 de Maio de 2014, em Fátima.
- Vamos fazer uma entrega mais profunda a Nossa Senhora, a Mãe Peregrina, celebrando ou renovando as Alianças de Amor dos missionários.
 
Em cada diocese, a Auxiliar Diocesana, juntamente com a Lamparina da Missão enviada para Portugal no dia da Coroação da Rainha da Nova Evangelização da Europa, vai passar pelas paróquias convocando todos para a festa jubilar. Cada paróquia, na própria originalidade e realidade, renova o compromisso de missão. De regresso ao Santuário, o Coordenador Paroquial, ou um representante, colocará uma Mãe Peregrina pequenina no mapa de Portugal que foi o símbolo do nosso Capital de Graças e presente para a Rainha no dia da coroação em Schoenstatt. Este mapa, com o símbolo de todas as paróquias, expressará o presente da Campanha da Mãe Peregrina na grande Festa Jubilar em Fátima.

Junho e Julho 2013  - Alentejo
Setembro e Outubro 2013 – Lisboa
Novembro e Dezembro 2013 – Porto
Janeiro e Fevereiro 2014 – Braga
Março e Abril 2014 - Aveiro
 
Ir.M.Paula, CMP
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...